Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Reino Unido: cheias revelaram florestas pré-históricas II

Mäyjo, 17.02.15

floresta_2

A intensidade das tempestades que, desde Novembro, assolam o território britânico, está a revelar inúmeras florestas pré-históricas até agora submersas, de acordo com o The Telegraph.

As florestas encontram-se ao longo da costa da Cornualha e do País de Gales e estão a ser identificadas pela primeira vez em 40 anos. Uma das mais impressionantes situa-se em Mount Bay, Cornualha, e é constituída por pedaços entre três e cinco metros de carvalho antigo, pinheiros e faia. Até agora, estas estavam preservadas pela areia.

Há muito tempo que os cientistas sabem da existência destas florestas, mas só agora os geólogos vão poder utilizar datação por radiocarbono para perceber a sua idade e perceber quando é que elas ficaram submersas – estima-se que o fenómeno tenha ocorrido há 4.000 a 6.000 anos e não há 12 mil anos, como se pensava.

Nesta altura, as comunidades britânicas estavam lentamente a abandonar os estilos de vida de caçador-colector pela agricultura.

“As tempestades revelaram pedaços de pinheiros e carvalhos entre dois a cinco metros, assim como restos de moitas com bolotas e avelãs bem preservadas. Estas florestas cresceram há quatro ou cinco mil anos, quando o clima estava ligeiramente mais quente do que nos nossos dias”, explicou Frankie Howie, responsável pelo Geoconservation Group e líder do departamento de vida selvagem de Cornwall.

Nos próximos meses, as florestas deverão ficar novamente submersas.

floresta_4

floresta_4

Foto: Keith Morris / Wales Online

Reino Unido: Tempestades removem sedimentos das praias revelando florestas pré-históricas

Mäyjo, 17.02.15

As violentas tempestades removeram sedimentos de praias do Reino Unido revelando florestas pré-históricas. São tocos de carvalhos, faias e pinheiros datando de há 6.000-4.000 anos, que os cientistas têm agora a oportunidade de estudar antes que voltem a submergidos por areia nos próximos meses.

As florestas ancestrais localizam-se em Mount Bay, na costa da Cornualha, e entre Borth e Ynyslas no litoral do País de Gales, e remontam a uma época anterior à subida do nível do mar, que causou o seu desaparecimento debaixo de camadas de turfa, areia e água salgada, revela o The Guardian. 

Os cientistas já sabiam da existência destas florestas que viram a luz pela primeira vez em 40 anos, indica por seu lado o The Telegraph, mas só agora foi possível determinar a sua idade através da medição do carbono radioativo.

A “emersão” deste tipo de relíquias não é fenómeno novo, ocorrendo como resultado da erosão da costa causada por grandes temporais.